Ir para o conteúdo

21 dos melhores centros universitários do mundo são brasileiros

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 12 visualizações
Anonymous people studying together

Poder estudar em uma universidade de renome é o sonho de muita gente e não é para menos. Ter uma estrutura de excelência, contando todo o necessário para o melhor aprendizado possível não é para qualquer um.

 

Agora, conseguir cursar em uma das melhores instituições de ensino do mundo é um orgulho que muitos brasileiros podem ter. Afinal de contas, 21 das 1.000 melhores universidades a nível mundial estão aqui no Brasil.

 

Hoje vamos trazer mais informações sobre esse ranking, quais as universidades que fazem parte do top 10, qual a colocação das instituições brasileiras e quais áreas do conhecimento elas mais se destacam. Confira a seguir.

As mil melhores universidades do mundo

No dia 15 de agosto de 2022, foi divulgada a lista com a relação das mil melhores universidades do planeta. O levantamento foi realizado pela empresa chinesa de consultoria Shangai Ranking e revelou que 21 instituições de ensino e pesquisa daqui do Brasil – todas elas públicas – fazem parte desse ranking.

 

Vale ressaltar que a listagem traz a posição exata somente das primeiras 100 colocadas, sendo que as colocações seguintes são reveladas por agrupamentos, seja de dezenas ou centenas. Infelizmente, o Brasil ainda não faz parte do topo do ranking, ficando com posições entre 100 a 150 ou 701 a 800.

 

Em primeiro lugar, vem a Universidade de Harvard, seguida pela Universidade de Stanford e pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts – essas instituições são todas norte-americanas. Em quarto lugar, está a Universidade de Cambridge (Reino Unido) e em quinto a Universidade da Califórnia, em Berkeley (EUA).

 

A seguir, vem a Universidade de Princeton (EUA), a Universidade de Oxford (Reino Unido), a Universidade de Columbia (EUA), o Instituto de Tecnologia da Califórnia ou Caltech (EUA) e, em décimo lugar, a Universidade de Chicago (EUA). Nota-se que os Estados Unidos e o Reino Unido são as únicas nações do top 10.

Presença brasileira no ranking mundial

Apesar de não fazer parte do top 100, as instituições brasileiras também ganham destaque no ranking. São elas a USP, Unicamp, UFMG, UFRJ, UFRGS, Unesp, UFPR, UFSCAR, Unifesp, UFV, UFSC, UFF, UnB, UFC, UFPE, UFSM, UFPel, UFBA, UFG, UFRN e UFMS.

 

Por outro lado, o Brasil está presente no top 50 mundial relativo à performance das universidades em relação aos mais diversos campos de conhecimento. A disciplina de Tecnologia dos Alimentos, por exemplo, ocupa o 14º e o 16º lugares no ranking mundial, sendo, respectivamente, da Unicamp e USP.

 

A disciplina de Odontologia alcançou o 15º com a USP e o 42º com a Unicamp. O 18º fica a cargo da USP com a disciplina de Ciências da Agricultura. A UFRJ ocupa o 28º posto com Engenharia Marinha e Oceânica; a USP e a Unesp ficam em 31º e 37º em Veterinária respectivamente; e, por fim, a USP mantém o 45º lugar em Matemática.

 

Vale dizer ainda que o Brasil é considerado o país da América Latina com o maior número de universidades presentes nesse ranking, superando o Chile e o México, ambos com 4 representantes cada, seguidos de Argentina e Colômbia, com 2 representantes cada.

Destaque para a USP e UFMG

Seguindo a lógica dos números mostrados pelo Shangai Ranking, as três instituições de pesquisa brasileiras que mais têm destaque são a USP, a Unicamp e a UFMG, todas localizadas no Sudeste – mais especificamente, nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

 

Não à toa, elas também lideram o ranking de universidades mais concorridas do Brasil. De acordo com dados do Sistema de Seleção Unificada (SISU), a UFMG ficou com o 1º lugar, sendo a mais procurada entre as 109 instituições públicas de ensino superior participantes da seleção em 2021. A USP ficou na 5ª posição.




0 sem comentários ainda

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.