Ir para o conteúdo

5 coisas para nunca fazer com seu pen drive

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 87 visualizações
Pen.drive

O pen drive é um dispositivo bastante útil na nossa rotina. Mas para manter sua vida útil, é preciso tomar alguns cuidados. Conheça 5 coisas para nunca fazer com seu pen drive.

O pen drive é um pequeno dispositivo que consegue facilitar a vida dos usuários ao oferecer um método prático de transporte de arquivos digitais. Porém, existem algumas atitudes que devem ser evitadas, para preservar seu periférico. Confira 5 coisas para nunca fazer com seu pen drive.

1. Remover o pen drive no meio de uma atividade

A principal função do pen drive é a transferência de dados, de uma máquina para outra. Normalmente, é preciso esperar alguns minutos para que essa transferência seja realizada – e é neste momento que você não deve remover o pen drive da entrada USB.

Quando você retira o pen drive do computador, enquanto um arquivo está sendo copiado ou colado, há uma grande chance de ocorrer um erro na gravação.

Se esse cenário de remoção indevida for repetido muitas vezes, é possível que aconteçam danos à estrutura física do dispositivo, além de corromper documentos salvos ou mesmo provocar exclusões de dados.

E neste caso, para recuperar arquivos excluídos do pen drive ou dados corrompidos, você vai precisar do apoio de um software específico.

Um dos mais reconhecidos no segmento é o Recoverit, que permite fazer uma varredura em pen drives, cartões SD e HDs para restaurar arquivos excluídos.

Ainda que exista uma solução, é sempre bom evitar que erros de gravação aconteçam. Portanto, não retire seu pen drive do computador no meio de uma tarefa!

2. Deixar o pen drive exposto à umidade ou calor

Por mais que o pen drive tenha evoluído muito ao longo dos anos, com um design cada vez mais resistente, ainda é preciso proteger a estrutura física do dispositivo.

Por isso, uma das coisas para nunca fazer com seu pen drive é expor o periférico à umidade ou ao calor. Isso porque, por contar com componentes eletrônicos, o equipamento é bastante sensível.

No caso da umidade, se acontecer de molhar o seu pen drive, espere que ele seque sozinho por várias horas para conectá-lo novamente. Quanto ao calor, o ideal é não deixar o pen drive exposto diretamente à luz solar.

3. Não se preocupar com vírus em computadores públicos

Se você utiliza o seu pen drive em computadores públicos, como espaços para imprimir arquivos ou a biblioteca de uma universidade, é importante tomar algumas atitudes para evitar que o dispositivo se contamine com vírus.

Uma dica simples é compactar os arquivos que você coloca dentro do pen drive. A compactação de arquivos (.RAR ou .ZIP) dá “camadas extras” de proteção aos documentos, o que faz com que as chances de infecção com vírus sejam bem menores.

Ao não se preocupar com vírus, uma das coisas para nunca fazer com seu pen drive, você está colocando em risco todos os dados que estão salvos dentro dele, além de possibilitar a transmissão do vírus para outros computadores.

4. Não cuidar no transporte do pen drive

Na pressa do dia a dia, é comum que o pen drive seja guardado de qualquer forma, seja no bolso, na mochila ou dentro de compartimentos do carro. Porém, essa falta de cuidado pode provocar danos físicos ao pen drive.

O ideal é manter seu pen drive em um lugar protegido, preferencialmente com a tampinha de proteção. Você pode escolher um bolso da mochila para guardá-lo, desde que não haja mais nada dentro do compartimento em questão.

Lembre-se também de não deixar o pen drive exposto à poeira, já que pequenas partículas são suficientes para causar problemas graves de leitura da unidade.

5. Não fazer diagnósticos na unidade

Você sabia que um pen drive tem vida útil? Como outros dispositivos eletrônicos, o pen drive sofre com a ação do tempo e costuma ter um número máximo de ciclos de gravação, que varia de 3.000 a 5.000 ciclos.

Se o seu pen drive tem alguns anos de uso, mas ainda funciona, é interessante fazer um “check up” de tempos em tempos, com aplicativos que realizam o diagnóstico do estado do equipamento.

Nesses diagnósticos, além de cuidar da vida útil do seu pen drive, você pode descobrir se está na hora de passar os arquivos para outra pasta, antes que ele “se aposente” de vez.

Imagem: Freepik

Ao evitar essas 5 coisas para nunca fazer com seu pen drive, você consegue aumentar a vida útil do dispositivo e cuidar dos seus documentos de forma adequada.

Por isso, na próxima vez que você usar o pen drive, lembre-se de aplicar esses cuidados básicos. Seus dispositivos agradecem!


0 sem comentários ainda

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.