Ir para o conteúdo

Sociedade contemporânea, com base em imagens

2 2 comentários Ninguém está seguindo este artigo ainda. 52 visualizações



As diferentes formas de expressão humana vem evoluindo com o passar do tempo, de desenhos nas paredes até grandes pinturas de grandes artistas renomados, fotos e vídeos, uma construção que pode passar sensações sem precisar dizer uma só palavra.
Hoje os diferentes meios de comunicação passam informações aos seus consumidores de forma pratica e agil, as imagens que repercutem todo o mundo. O que faz uma simples imagem na mente humana?; Uma catastrofe ou um tipo de fenomeno raro registrado naquele momento é gravado para muito e muito tempo, a descoberta de algo inedito ou algo que provoque um grande sentimento é registrado e aparti desse registro "imaginario" ou de forma fisica em uma "imagem" traz a reflexão de uma pespectiva propria.

Particulamento vejo a imagem como uma contrução e alinhamento com a sociedade em si, a frase a primeira impressão é a que fica, aparentemente pode ser modificada para a primeira imagem que fica, o conceito de que vemos uma pessoa ou algo o pré-conceito que temos a ver e interpretar de cara determinada forma não verbal naquele instante, então a ver uma imagemé necessario não só interpretar mas tentar ver o que o produtor dessa imagem quis transmitir.


 


2 2 comentários

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

Ordenar por
  • A7eafaa4f4d5874496b522c60795975d?only path=false&size=50&d=404

    Carolina Esteves 21 de Abril de 2019, 23:16

    Vejo as imagens com grande potencial de comunicação, como também um forte poder manipulativo, por isso, cabe a nós diariamente tomar como prática constante a sua interpretação. E principalmente, tentar promover essa prática nos ambientes educacionais.

  • Bonilla17 minor

    Maria Helena Bonilla 27 de Março de 2019, 14:32

    Sim, vivemos cercados por imagens e elas tanto podem representar o mundo como podem simular realidades interferindo diretamente na nossa forma de nos relacionarmos, entre nós e com as coisas. Por isso, precisamos tomar as imagens como texto, como portadoras de sentidos e compreendê-las a partir de sua produção e intencionalidades.