Ir para o conteúdo

Plano de saúde pet pode gerar economia e garantir bom atendimento

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 39 visualizações
Amo cupons

Foto: Freepik

Serviços costumam incluir vacinas obrigatórias, exames, consultas, cirurgias e até internações.

O plano de saúde para pets é uma alternativa para quem deseja manter a saúde do seu animal de estimação em dia, sem gastar demais com isso. Dependendo do contrato, podem estar inclusos serviços como vacinas obrigatórias, exames, consultas, cirurgias e até internações. Para escolher a melhor opção, no entanto, é necessário pesquisar e estar atento a alguns detalhes.

O plano de saúde pet é uma espécie de convênio médico veterinário. A partir do pagamento de uma mensalidade fixa, o serviço promete cuidar do bichinho de estimação, funcionando de maneira similar à disponível para humanos. A proposta é apostar na prevenção, em vez de somente tratar os problemas quando eles aparecem. 

Alguns dos serviços veterinários para gatos e cachorros oferecem atendimento integral e sem filas para seus clientes. Assim, ao pagar a mensalidade, o pet tem acesso a toda a rede credenciada. É possível realizar consultas médicas e outros procedimentos em clínicas, laboratórios e hospitais veterinários. 

Vale lembrar, contudo, que pode haver diferenças de um plano para outro. O atendimento, portanto, depende diretamente da opção que o tutor escolher para contratar. Os preços variam e podem girar em torno de R$ 49,90, R$ 100, R$ 300, por exemplo, conforme a empresa prestadora do serviço. 

Serviço atende uma crescente demanda

De acordo com o Instituto Pet Brasil, atualmente há cerca de 141,6 milhões de animais de estimação no país, incluindo 55,1 milhões de cães e 24,7 milhões de gatos. Assim, a busca pelos mais variados tipos de serviços para os bichos está em alta. 

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) destaca o crescente consumo de produtos e serviços no segmento pet, incluindo o aumento da expectativa de vida dos cães e gatos, que chegam a ultrapassar os 20 anos. 

Com isso, o acompanhamento da saúde dos animais tornou-se um importante campo de investimento. As visitas regulares ao veterinário, todavia, bem como tratamentos e remédios, podem ser custosos, especialmente em casos emergenciais. 

É nessa esteira que, para garantir a saúde e bem-estar dos bichinhos de estimação, muitos proprietários optam por planos de saúde para pets. Além disso, outros recursos também passam a ser opção, como o cupom de desconto Cobasi, que pode representar uma economia no momento de comprar os medicamentos para o pet.

O que considerar na escolha do plano de saúde animal

Em entrevista à imprensa, o presidente da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa Brasil), Zohair Saliem Sayegh, revela o que é importante considerar ao escolher um plano de saúde para animais de estimação. 

Ele destaca que, apesar dos custos relativos aos cuidados básicos serem pequenos durante a vida do bichinho, ele pode precisar de procedimentos com preços elevados, como tratamentos com especialistas, internações e exames complexos. 

Por isso, ter um plano de saúde pode ser uma opção interessante, desde que atenda às expectativas de qualidade de atendimento. Nesse sentido, antes de contratar o serviço, é importante avaliar aspectos como as coberturas oferecidas – incluindo internações e cirurgias especializadas – e verificar a idoneidade do plano, procurando informações em órgãos como Procon e Reclame Aqui. 

Conversar com pessoas que usam planos de saúde para entender suas experiências reais com o atendimento e verificar se estabelecimentos credenciados têm estrutura suficiente para atender ao animal de estimação também são atitudes importantes. 

Além disso, o especialista orienta que os tutores verifiquem se o médico veterinário, especialista ou hospital estão credenciados ao plano de saúde pretendido e confirmem se há um sistema de reembolso antes de contratar o serviço. 

Outras perguntas a serem feitas antes de contratar o plano

Sayegh também destaca que outras perguntas precisam ser feitas na hora de pesquisar e escolher entre as opções de plano de saúde para pets, como se há cobertura fora da cidade de residência e se existe carência para os serviços oferecidos pelo plano. 

É preciso investigar ainda se o veterinário tem autonomia para solicitar exames necessários ou precisa de autorização e se o valor do plano depende da idade do pet ou de doenças preexistentes. 

Ao escolher um plano de saúde para o seu animal de estimação, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) alerta os tutores a buscarem empresas registradas em seu Conselho de Medicina Veterinária local ou no site do CFMV.


0 sem comentários ainda

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.