Ir para o conteúdo

Investigando a Etica Hacker

16 16 comentários 3 pessoas seguindo este artigo. 224 visualizações
Hack

Ainda falando sobre Ética Hacker, no Livro Dossiê Hacker o autor Willian José tem algumas definições dos agentes ativos no ciberespaço, esses agente são por definição das mídias criminosos que roubam dados, enganam pessoas, invadem sistemas sempre com o objetivo de prejudicar seus alvos.Com isso, peço que @s senhorxs pesquisem a diferença entre esses agentes e postem como comentário falando com próprias palavras sobre essa diferenças e semelhanças. Lembrando que é uma atividade colaborativa onde os outros colegas podem estar abrindo discussões em cima das postagens dos colegas.

Os agentes citados pelo autor são os seguintes :

  • Hacker
  • Cracker
  • Pheaker
  • Guru
  • Lammers
  • Wannabe
  • Arackers

Caso encontrem outros outras tipos de agentes, sintam-se a vontade de compartilhar.

Indico a todxs que entrem em contato com o Raul Hacker Club para aprofundar mais ainda na pesquisa .


16 16 comentários

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

Ordenar por
  • C3dfa84b6a213f507006d809041c8ae8?only path=false&size=50&d=404

    Emilu 18 de Junho de 2022, 1:52

    Thanks for sharing such a great information.. It really helpful to me..I always search to read the quality content and finally i found this in you post buyw​eed.​biga​rtic​les.​com/ keep it up!

  • 630b311eced810ad1478d6c4b325adc3?only path=false&size=50&d=404

    ANDRIES 9 de Junho de 2022, 6:36

    Thanks for sharing such a great information.. It really helpful to me..I always search to read the quality content and finally i found this in you post site​s.go​ogle​.com​/vie​w/bu​ywee​d-/ keep it up!

  • 3e14d64e6c922cd92fbe47a9ddd4d99f?only path=false&size=50&d=404

    Marcell 8 de Junho de 2022, 2:10

    When you’re shopping for the best online shops to buyc​igar​ette​sonl​inec​anad​a.bl​ogsp​ot.c​om , there are a few things you should keep in mind. First and foremost, make sure that the online shop you’re purchasing from is legitimate.

  • 9b0bcc8eaba839c8845a4c1287d68ba6?only path=false&size=50&d=404

    Jb 6 de Junho de 2022, 6:39

    When you’re shopping for the best online shops to buyc​igar​ette​sonl​inec​anad​a.bl​ogsp​ot.c​om, there are a few things you should keep in mind. First and foremost, make sure that the online shop you’re purchasing from is legitimate.

  • D4ea4a9b35ab2e90ce54fd2ffe106855?only path=false&size=50&d=404

    Mehgan 6 de Junho de 2022, 6:35

    When you’re shopping for the best online shops to buyc​igar​ette​sonl​inec​anad​a.bl​ogsp​ot.c​om, there are a few things you should keep in mind. First and foremost, make sure that the online shop you’re purchasing from is legitimate.

  • 1234333 4690013867775 68351311 n minor

    Luciano Tunner 17 de Setembro de 2018, 12:41

    Deem uma olhada nesse video : vide​o.rn​p.br​/por​tal/​vide​o.ac​tion​?idI​tem=​3211​8

  • F1e7638b520aa7f59ffb46aa17de8262?only path=false&size=50&d=404

    Erica 15 de Setembro de 2018, 23:25

    1. Hacker - São indivíduos que utilizam todo o seu conhecimento para melhorar softwares de forma legal.

    2. Cracker - É o indivíduo que quebra sistemas de segurança na intenção de obter proveitos pessoais.

    3. Pheaker - É o Hacker da telefonia que utiliza suas técnicas burlar os sistemas de segurança das companhias para ligações de graça ou conseguir créditos.

    4. Guru - É o indivíduo que sabe tudo, que não costuma errar e seus serviços costumam ser bem caros, porém rápidos.

    5. Lammers - São pessoas que não possuem nenhum ou pouco conhecimento e usam ferramentas desenvolvida por outros, para atacar ou derrubar algum site.

    6. Wannabe - É o principiante que usa programas prontos para descobrir senhas ou invadir sistemas.

    7. Arackers - São falsos hackers ou hackers de "araque" que fingem ser ousados e espertos usuários de computador.

  • Gsaf8d19f8 7758 4f67 a14c 17fb906f6c83 minor

    Edmilson soares 15 de Setembro de 2018, 12:41

    HACKERS:
    Hacker não é um criminoso como a maioria pensa ser.
    O hacker é, na verdade, tem um conhecimento invejável sobre programação, redes, Internet, enfim, sobre informática em geral.
    Isso não significa que ele faça mal a alguém. Então não corra o risco de acusar um inocente, saiba como identificar cada tipo existentes de Hackers:

    Carders:
    São o que mais assusta os usúarios, principalmente os que costumam fazer compras na Web. porque a especialidade deles é roubar e falsificar senhas de cartões de crédito.

    Crackers:
    Os verdadeiros criminosos da Web. Eles invadem, destroem páginas e roubam dados confidênciais dos internautas, tendo o prazer de ver seu feito circular na imprensa.

    Lammers:
    Os chamados aspirantes na arte de invadir sites. Não sabem nem como invadir uma página, mas têm uma curiosidade desmedida para aprender com os mais experientes.

    Phreackers:
    Os da era do acesso discado, são especialistas em falsificar linhas telefônicas e preparar escutas telefônicas.

    Skriptikids ou ciberpunks:
    Sabem de tudo a respeito de scripts e linguagens de programação, usam seus conhecimentos para criar pragas virtuais.

    White-hat:
    São os mocinhos do ambiente cibernético, pois divulgam pela world wide web informações sobre bugs e problemas de segurança, para diminuir o número de vítimas dos ataques.

    Black-hat:
    Exatamente o oposto do white-hat, ou seja, fazem de tudo para conseguir dados que lhes tragam algum benefício pessoal e o que é pior, têm uma profunda sabedoria na área.

    Wannabe:
    É o principiante, que acaba de aprender o básico sobre invasões e tenta invadir o maior número de sites possível, nem sempre com sucesso. não sabem como agir discretamente e acabam sendo facilmente descobertos.

    Arackers:
    Os arackers são os hackers de araque, que são maioria na world wide web e não entendem nada do assunto.
    Mais há também a dúvida. Com todas essas informacoes nos perguntamos se estamos seguros neste novo mundo e quais meios podenmos tomar para nos sentirmos totalmente seguros.

  • 1 minor

    David Lima 14 de Setembro de 2018, 0:44

    Defacers -Defacement ou, como é conhecido de maneira popular, deface, é uma técnica que consiste na realização de modificações de conteúdo e estética de uma página da web. A palavra de origem inglesa é utilizada na segurança da informação para categorizar ataques realizados por defacers, que são usuários de computador que na maioria das vezes possuem pouco conhecimento técnico e, por isso, precisam de várias horas para explorar vulnerabilidades de um site a fim de alterar sua página principal através de um servidor.

    A exemplo de várias instituições e ONGs, os defacements são utilizados em cunho ativista ou político, com a intenção de degradar ou desmoralizar por meio da internet informações transmitidas por outras companhias ou instituições, privadas ou públicas. A motivação desses ataques também pode ser pessoal, seja apenas para que o usuário comprove para si mesmo sua capacidade hacker ou para que o usuário denigra a imagem de outra pessoa ou instituição.

    O deface é comparado com o ato de pichar um muro ou parede. Por conta disso, os defacers também são chamados de pichadores.

    Warez - termo derivado da língua inglesa, segunda metade da palavra software no plural, sob uma pronúncia l33t. Primariamente se refere ao comércio ilegal (pirataria) de produtos com direitos autorais.Este termo geralmente se refere a disponibilização por meio de grupos organizados, fazendo uso das redes peer-to-peer, de compartilhamento de arquivos (ficheiros) entre amigos ou entre grandes grupos de pessoas com interesses similares.

    Usualmente não se refere ao comércio de software falsificado. Este termo foi inicialmente criado por membros de grupos de usuários de computador do meio alternativo ou clandestino, mas se tornou um termo de uso comum pela comunidade da internet e da mídia. O termo pirataria é utilizado por estes círculos para se referir ao uso não autorizado de propriedade intelectual.
    Carder é um termo amplamente utilizado por pessoas que atuam em grupo ou sozinhas na internet com o intuito de conseguir dados de cartões de créditos para fraudes on line. Os grupos de carders (carding) normalmente se reúnem em salas de bate papo IRC (Internet Realy Chat) em servidores instalados em máquinas vulneráveis. Usualmente um carder analisa determinado shopcart em busca de vulnerabilidades, principalmente para baixar (download) o banco de dados com os dados dos clientes da loja vitima. Após a extração dos dados da loja vitima, o carder utiliza os dados para compra em outra loja. Os produtos são entregues em laranjas, chamados por eles de DROP ou Drops. Com a vinda dos sistemas moset (Verified by Visa) a vida dos carders passou a ser mais complicada, dando então espaço para a aplicação de novos golpes, como roubo de senhas de bancos, se tornando o famoso banking.
    Nos últimos 3 anos foram feitas diversas compras por parte de Carders, devido a grande divulgação do trabalho no Brasil e mundo afora. Segundo dados divulgados pelo departamento de investigação do cibercrime dos Estados Unidos, a maior parte dos Carders provém do Brasil; portanto, há aqueles que se destacam no ranking de crimes cometidos, um Carder com domínio de "Dalifor" ou "D" é responsável pelo tráfico de grande parte dos grandes websites de venda de Cartões de Crédito na internet; não é tomada nenhuma providência por parte da polícia para tirá-los do ar. Ainda espera-se uma resposta por parte policial e á algum tempo alguns websites grandes vem mudando seus padrões devido á quantidade de ataques por parte de Carders.

    Cyberpunk (de Cyber(netic) + punk) é um subgênero alternativo de ficção científica, conhecido por seu enfoque de "Alta tecnologia e baixa qualidade de vida" ("High tech, Low life") e toma seu nome da combinação de cibernética e punk alternativo. Mescla ciência avançada, como as tecnologias de informação e a cibernética junto com algum grau de desintegração ou mudança radical no sistema civil vigente. De acordo com Lawrence Person: "Os personagens do cyberpunk clássico são seres marginalizados, distanciados, solitários, que vivem à margem da sociedade, geralmente em futuros distópicos onde a vida diária é impactada pela rápida mudança tecnológica, uma atmosfera de informação computadorizada ambígua e a modificação invasiva do corpo humano."
    Segundo William Gibson, em seu livro Neuromancer, o indivíduo cyberpunk é uma espécie de "pichador virtual" que se utiliza de seu conhecimento acima da média dos usuários para realizar protestos contra a sistemática vigente das grandes corporações, sob a forma de vandalismo com cunho depreciativo, a fim de infligir-lhes prejuízos sem, contudo, auferir qualquer ganho pessoal com tais atos.
    O termo "Cyberpunk" também significa uma subcultura que é focada na Cybercultura e se destaca pela preferencia por música psicodélica e de gêneros de fusão entre punk rock e música eletrônica e por adereços de moda futuristas.
    Black Hat- O termo Black Hat é utilizado no meio da Tecnologia de Informação para se referir a pessoas ou técnicas que, para atingir um objetivo, não respeitam as diretrizes de um órgão, empresa ou pessoa responsável. No caso do SEO, é considerada Black Hat toda prática que não siga as diretrizes do Google, ao procurar brechas nos algoritmos e influenciar nos resultados das pesquisas.
    Entre as principais técnicas Black Hat mais utilizadas estão o uso de textos e links ocultos, carregamento de páginas com palavras-chave irrelevantes e o cloaking. Essa última prática se refere à apresentação de conteúdos diferentes para os robôs do Google e para o usuário. Outra prática que era muito utilizada antes de ser banida pelos buscadores é a de preencher todo o plano de fundo do site com as palavras-chave e camuflá-las utilizando a mesma cor do fundo.

  • Img 20180514 121042 1 minor

    Elizabete Oliveira. 13 de Setembro de 2018, 3:56

    •Hachers: São pessoas que tem um conhecimento avançado em um assunto especifico que não é necessariamente relacionado a área de informática.Basicamente, o objetivo de um Hacker na área da informática é explorar conhecimento e compartilhá-lo.
    •Crackers :A palavra cracker possui significados variados,mas na área da informática crackers são pessoas que usam o seu conhecimento avançado para violar sistemas e redes de computadores com objetivos maldosos que muitas vezes visam apenas o lucro.
    •Phreakers: Nada mais é do que um cracker de telefonia.Ou seja, é uma pessoa que tem conhecimento avançado em telefonia e com isso burlam os sistemas de segurança das companhias telefônicas,normalmente para fazer ligações de graça ou conseguir créditos.
    •Guru:São os que estão em um nível mais alto dos que os hackers em informática.
    •Lammers:São pessoas que mesmo atuando como crackers e hackes em informática não tem conhecimento avançado obre o assunto e por isso apenas tentam realizar tutoriais da internet (que ensinam a invadir sites por exemplo), sem se importar com o motivo que lavam os tutoriais a funcionarem ou não.
    •Wannabes:São estúdios da tecnologia que temtam se tornar hackers.
    •Arackers:São aqueles que apenas figem serem os mais espertos e ousados usuários de computador,esses são a maioria absoluta do submundo cibernético.

  • 12548948 899383683510817 4253903074105137238 n minor

    Ailton Lima 12 de Setembro de 2018, 23:02

    01) Hacker:
    Uma pessoa que possui uma grande facilidade de análise, assimilação, compreensão e capacidades surpreendentes com um computador. Ele sabe perfeitamente (como todos nós sabemos) que nenhum sistema é completamente livre de falhas, e sabe onde procurá-las utilizando as técnicas mais variadas. Fugindo um pouco da área de tecnologia hacker também pode ser também pessoas extremamente inteligentes e ágios no que faz ter percepção elevada mais que outras pessoas, por exemplo CR7 hacker do futebol e LeBron James hacker do basquetebol. E essas pessoas hackers na computação usar sua inteligência para o bem.

    02) Cracker:
    Possui tanto conhecimento quanto os Hackers, mas com a diferença de que, para eles, não basta entrar em sistemas, quebrar códigos, e descobrir falhas. Eles precisam deixar um aviso de que estiveram lá, geralmente com recados de “só foda”, muitas vezes relacionadas com pirataria. Os brasileiros amam esses caras. Porque a grande maioria dos brasileiros tem o Windows, Spotify e pacote office da Microsoft crakeados.
    03) Phreaker:
    É especializado em telefonia. Faz parte das suas principais atividades as ligações gratuitas (tanto locais como interurbanas e internacionais) como Steve Jobs e Wozniak quando eram universitários da Califórnia fizeram amizade com um cara que juntos fizeram a “caixa azul” que fazia esse procedimento. Reprogramação de centrais telefônicas, instalação de escutas (não aquelas colocadas em postes, mas imagine algo no sentido de, a cada vez que o seu telefone tocar, o dele também o fará, e ele poderá ouvir as suas conversas) como dizem que a polícia federal faz em investigações.
    04) Guru:
    Uma pessoa que possui um grau mais elevado de conhecimento, podendo ser chamado de professor.
    05) Lamers:
    Basicamente é um novato na área, também é aquele que deseja aprender sobre Hackers, e está sempre fazendo perguntas a toda hora, como eu :’) “Os Hackers, ou qualquer outra categoria, não gostam disso, e passam a insultá-los chamando-os Lamer.” A pessoa pode nem querem aprender as coisas rpz.
    06) Wannabe:
    É o principiante que aprendeu a usar algumas receitas básicas e se acha (programas já prontos para descobrir códigos ou invadir sistemas). É tipo uns guris que fica se achando o hacker ou craker na corda dos outros, usando essas ferramentas para crakear um gamer entre outros softwares e sites.
    07) Arackers:
    Estes são os piores! Os "Hackers-de-araque" kk, tenta meter medo com conhecimentos do YouTube se achando o mestre a informática, mas na real ficam jogando LOL e vendo filmes da Mia Khalifa.

    *Bônus.

    Larva:
    Este já está quase a tornar-se um Hacker. Já consegue desenvolver as suas próprias técnicas de como invadir sistemas. Existe vários larva no mundo a fora, e pretendo ser um, um dia :V.

    Fonte de conhecimento: Técnicas para Hackers. Soluções para Segurança. Autor Wilson Oliveira.

    “A verdadeira coragem é ser honesto com si mesmo”
    - Mr. Robot

  • Img 20171101 000251 minor

    Isabella da Hora 12 de Setembro de 2018, 14:31

    De acordo com o que eu pesquisei, deixo em aberto pra quem quiser adicionar mais coisas ou mais termos (e se quiser me consertar).
    *Hacker: A tradução diz que hacker significa "invasor" ou "decifrador". É o cara que possui vasto conhecimento em tecnologia em geral, podendo invadir ou acessar sistemas de forma a não causar prejuízo ao usuário. É tipo o "cara do bem".
    Um hacker aponta as possíveis falhas de um sistema e compartilha o seu conhecimento com a comunidade. Porém, existem alguns que utilizam seu conhecimento para a criminalidade, os chamados Crackers.
    *Cracker: Em algumas traduções que eu achei, do inglês pro português, cracker significa "biscoito". Mas certamente Cracker quer dizer "quebrador". É o indivíduo que utiliza o seu conhecimento voltado para a criminalidade, como pirataria por exemplo. Ao contrário do Hacker, um Cracker lucra com as malandragens que ele faz pela web, como roubar senhas de banco, redes sociais, derruba sites de grandes empresas e etc.
    *Phreaker: É um termo utilizado para definir quem invade os sistemas de segurança das companhias telefônicas, para fazer ligações gratuitas, enviar SMS e conseguir créditos.
    *Lammer: É o indivíduo que normalmente não tem interesse em aprofundar seu conhecimento em informática e aprende as coisas em tutoriais. Seu objetivo é direto e simples. Quando ele consegue, é tanto faz como tanto fez.
    *Guru: O termo Guru vem do indonésio e significa "professor", "líder". Utilizam para definir caras que desenvolvem há muito tempo o mundo virtual e possuem respeito nesse mundo. Eles manjam do mundo da informática. Tipo mestre Yoda.
    *Arackers: O termo é pejorativo e define alguém que finge ser o que não é. São hackers que fingem ser hackers. O termos que têm a definição semelhante a este são: Wannabe e os Lammer.