Ir para o conteúdo

Isis Santos

Professor
Feed RSS

Blog

Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Veja como solicitar a indenização DPVAT!

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 5 visualizações

Todos os anos os donos de veículos são obrigados a pagar junto com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) o chamado DPVAT, porém a maior parte dos motoristas não conhece muito bem a finalidade da taxa e os direitos sobre o valor pago.

O DPVAT é obrigatório por lei e utilizado para indenizar vítimas de acidentes de trânsito causados por veículos motorizados que circulam por terra ou por asfalto. Ou seja, toda pessoa que sofre um acidente (seja motorista ou pedestre) tem direito a uma indenização, independentemente de quem seja a culpa.

A seguir, confira o passo a passo de como solicitar a indenização:

1º passo: Confira abaixo os documentos necessários para dar entrada no seu pedido de indenização, de acordo com a cobertura desejada.

Despesas Médicas​​​
Invalidez Permanente
Morte

2º passo: Junte todos os documentos e entregue em um dos nossos 8 mil pontos de atendimento autorizados disponíveis aqui ou dê entrada no aplicativo do Seguro DPVAT.

3º passo: Acompanhe o andamento do seu pedido de indenização por aqui, pelo próprio App ou pela Central de Atendimento - 4020-1596 (Regiões Metropolitanas) ou 0800 022 12 04 (Outras Regiões).

Vale destacar que ​​​você não precisa contratar terceiros para dar entrada no pedido de indenização do Seguro DPVAT. Este é um procedimento gratuito.



Pagamento IPVA 2020!

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 44 visualizações

Você sabia que o IPVA é uma taxa anual e obrigatória para quem possui veículo? Essa taxa surgiu com o objetivo de substituir a antiga Taxa Rodoviária Única. E por se tratar de um pagamento obrigatório, é natural que as pessoas fiquem cheias de dúvidas, sobretudo quando o assunto ganha proporção na mídia. Sendo assim, fique atento às próximas linhas para entender melhor como realizar o pagamento de seu IPVA.


Para realizar o pagamento do imposto, é preciso ir até alguns dos bancos autorizados e indicar somente o código do seu Renavam. Você pode optar em pagar diretamente no guichê do caixa, bem como no autoatendimento. O processo é muito simples e parecido com o pagamento de qualquer outro boleto. Abaixo, veja alguns bancos autorizados.

  • Banrisul;
  • Bradesco;
  • Banco do Brasil;
  • SICREDI;
  • Santander.

Junto com IPVA é possível pagar o licenciamento, o seguro obrigatório - DPVAT e as eventuais multas de trânsito. 

Se a data limite for ultrapassada, é importante destacar que será necessário arcar com uma multa e até mesmo correr o risco de ter seu veículo apreendido. Além disso, é fundamental destacar que o não pagamento do IPVA pode acarretar algumas punições severas, chegando até mesmo a impedir que você tenha o licenciamento liberado e seja impedido de circular com seu veículo! 

 

 



Gabarito Enem 2020

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 6 visualizações

Todos nós sabemos que o Enem tem como finalidade avaliar como anda a qualidade do ensino médio em todas as regiões do Brasil, mas, com o passar dos anos, ele foi além disso. Isso porque hoje em dia a prova é uma das principais ferramentas para quem deseja ingressar em uma Instituição de nível superior.

Todos os anos, milhares de jovens se preparam para realizarem a prova e, sem dúvidas, depois do dia de fazer o Exame, o momento mais aguardado, ansiosamente, é o dia da divulgação do Gabarito. Os gabaritos das provas objetivas sempre são divulgados no Portal do Inep e com o Gabarito Enem 2020 não será diferente. Veja o endereço do Portal a seguir:

  • http://portal.inep.gov.br/enem/

Além de ser divulgado no endereço eletrônico, o candidato também pode conferir o gabarito Enem no aplicativo oficial do Enem até o terceiro dia útil após a realização das últimas provas.

Com relação aos resultados, o participante poderá ter acesso aos seus resultados individuais do Enem, em data a ser divulgada posteriormente, mediante inserção do número do CPF e da senha no endereço citado acima.  Vale lembrar que o INEP não divulga as notas de forma pública. Só o participante tem acesso À sua nota individual.



Quem estará obrigado a declarar o Imposto de Renda?

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 73 visualizações

O quanto antes você se preparar para o Imposto de Renda 2020 melhor e alternativa ideal para evitar o tumulto dos últimos dias. Mas para que ocorra uma preparação prévia, é necessário saber se você atende os critérios para declarar o IRPF.

Todos os anos, a Receita Federal compartilha na mídia uma lista oficial com todos os pré-requisitos dos contribuintes que têm a obrigação de declarar. Fique atento às próximas linhas do nosso artigo para conferir se você deverá cumprir essa responsabilidade em 2020. Confira os critérios:

 

  • contribuintes que receberam ao longo de 2018, rendimentos tributáveis (salário, veículo e pensão alimentícia, por exemplo) que totalizaram mais de R$ 28.559,70.
  • assalariados, aposentados ou pensionistas com renda mensal superior a R$ 1.903,98;
  • contribuintes que tiveram rendimentos não tributáveis (seguro desemprego, vale transporte e indenização por roubo, por exemplo)acima de R$ 40.000,00. Segundo o coordenador do curso de ciências contábeis do Centro Universitário Newton Paiva, Robsney Gonçalves “os rendimentos isentos e os não tributáveis são os quais não se paga nenhum imposto quando são ganhos“;
  • enquanto isso, para trabalhadores rurais é obrigatório fazer a declaração do imposto de renda, caso o rendimento anual bruto de renda rural tenha sido sueprior a R$ 128.308,50;
  • contribuintes que investiram qualquer valor em ações em bolsa, criptomoedas ou similares;
  • contribuintes com imóvel ou terrenos em suas posses, com valor superior a R$ 300 mil;
  • trabalhadores que optarem pela isenção de imposto de renda 2019 sobre o valor da venda de imóveis, desde que esse valor seja usado para a compra de outro imóvel no Brasil em até 180 dias.

Vale destacar que até o momento, para a declaração de imposto de renda 2020, a única alteração confirmada pela Receita foi o fim da dedução com gastos de empregado doméstico no imposto de renda.



Vai prestar vestibular? Então conheça um pouco mais sobre a UERJ!

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 165 visualizações

A história de sucesso e credibilidade da UERJ começou na década de 50. Ao longo dessas décadas, a Universidade do Rio de Janeiro cresceu e firmou-se como uma das principais universidades do Brasil e por isso, provavelmente, o vestibular UERJ 2020 vai ser um dos mais disputados do país.

Criada a partir da fusão da Faculdade de Ciências Econômicas do Rio de Janeiro, da Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, da Faculdade de Filosofia do Instituto La-Fayette e da Faculdade de Ciências Médicas, a Universidade cresceu, incorporando e criando novas unidades com o passar dos anos. 

Caso você esteja pensando em fazer a inscrição para os próximos vestibulares, não pode deixar uma das maiores Instituições de nível superior fora da sua lista. Para realizar a inscrição na UERJ, basta acessar o site da Universidade e realizar o procedimento solicitado. Todos os anos as inscrições são abertas.

Vale citar que, no momento de realizar sua prova, apenas alguns documentos serão aceitos. Os únicos aceitos serã os documentos de identificação expedidos pelas Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícias Militares e demais órgãos legalmente habilitados para emissão de tais documentos, além da Carteira Nacional de Habilitação com foto, Passaporte e Carteira de Trabalho e Previdência Social. Não será aceita fotocópia do documento de identificação.

Hoje em dia, ter um curso de nível superior pode ser um grande diferencial na sua carreira e, sem dúvidas, o iníico de seu sucesso no mercado de trabalho. Não perca a oportunidade de se inscrever no vestibular UERJ 2020.



0 Comunidades

Esse perfil não é membro de nenhuma comunidade ainda.