Ir para o conteúdo
ou

Tecciencia

My network

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Rosas que Sangram

24 de Agosto de 2010, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Essaa comunidade faz parte da II Gincana Virtual do Tecciencia


Blitz nas rodovias estaduais combate prostituição infantil

15 de Outubro de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Achamos essa matéria interessante, pois comprova o problema abordado por nós.

01/04/2006 - 20h16m

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e o 1º Batalhão da Polícia Militar de Feira de Santana deram início a uma operação de fiscalização intensa para coibir a prostituição infantil nas estradas. Na primeira blitz, realizada quinta-feira à noite, dia 30, no percurso entre as BAs 502 e 504 (Feira de Santana) e na BA-522 (Candeias), não houve flagrante. O resultado da operação foi a apreensão de uma espingarda encontrada em um dos 12 prostíbulos vistoriados e a prisão do responsável pelo estabelecimento, que negou ser o dono da arma. Quinze caminhoneiros parados no trajeto também foram interrogados e tiveram seus veículos revistados, mas nenhuma criança ou adolescente foi achada.

O capitão da PRE, Orlando Rodrigues, coordenador da operação, garantiu que o trabalho vai ter segmento, principalmente nessas estradas onde a prática da prostituição infantil é mais freqüente. O capitão afirmou que Feira de Santana, Candeias e o percurso Cia/Aeroporto são locais bastante visados, por isso, estarão sendo fiscalizados intensamente. 'Feira é um eixo rodoviário e Candeias um parque industrial. Os dois lugares têm muito movimento de carretas e caminhoneiros, o que, infelizmente, termina facilitando a situação', assinalou Rodrigues. Segundo ele, a realização da operação na quinta-feira e a chuva forte da quarta terminaram atrapalhando o trabalho. 'O movimento aumenta nos finais de semana', assegurou. Ele fez questão de registrar que alguns dos donos de prostíbulos, abordados durante a operação, já foram presos em situações anteriores por cometer a exploração sexual infantil.

'É fato que a prostituição infantil existe, em especial naquelas regiões, mas as pessoas estão mais comedidas. Encontramos uma senhora que afirmou ter sido presa duas vezes e agora se recusa a trabalhar com adolescentes, só aceita mulheres com idade acima de 18 anos', contou o capitão, reforçando que as pessoas ficam temerosas quando sabem da realização de operações desse tipo. A primeira ação contou com a presença de 25 policias rodoviários estaduais, em cinco viaturas, e quatro policias militares.

SENTINELA

A unidade de Feira de Santana vem fazendo um trabalho que é referência no país. Em um ano de funcionamento, o Projeto Sentinela já atendeu 846 crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. O projeto conta com recursos do governo federal, através da Secretaria de Estado e Assistência Social, do Ministério da Previdência e Assistência Social e tem o acompanhamento da Setras. Na Bahia, o Sentinela já está funcionando em nove municípios.

Fonte: Correio da Bahia, pesquisa feita no dia 14.10.10, às 11:30h.



Prostituição na adolescência

15 de Outubro de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

 

No passado, a prostituição só era vista em mulheres  maiores de 18 anos, pois era inclusive para elas um meio de sobrevivência mais fácil, sendo que em alguns casos elas já tinham este pensamento quando adolescentes, mas para outras era meio de sobreviver por algum motivo.

No dia de hoje, isso também ocorre, inclusive, com adolescente e crianças.

Para as adolescentes, muitas vezes o que as leva a esta ação é a família, pois existe familiares que até obrigam as jovens a este ato para trazer o pão para casa. Muitas são porque querem e por se acharem bonitas.

Para que este quadro mude cabe a família ter maior compreensão e que as autoridades forneçam as jovens empregos, cursos, escolas em melhores condições para uma boa aprendizagem profissionalizante, dando também as famílias melhores meios de sobrevivência.

Texto escrito por Emily Macedo.



Objetivo da comunidade

15 de Outubro de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A finalidade dessa comunidade é informar cada vez mais que crianças desde pequenas, aquelas que não tem a educação suficiente ou as que são são obrigadas a se prostituir para ganhar algum dinheiro.

A gente só vem reforçar ainda mais sobre esse assunto.

Escolhemos esse assunto, pois não só na cidade de Candeias, como dentre outras, a situação está precária quando tocamos nesse assunto.

Sabemos que é triste ver crianças que não tiveram infância, desde bem pequenas são obrigadas a entrar neste mundo, mas isso é a pura realidade, como queríamos que isso não existisse; como queriamos que isso acabasse.

Pode ser difícil, mas não é impossivel !

Por isso, o que a gente vem falar aqui é que os adultos eduquem os seus filhos, sobrinhos, netos, para que isso de forma alguma venha acontecer com as crianças que ainda virão.

Texto escrito por Natiely França.