Ir para o conteúdo

My network

ILUSTRAÇÃO DE 1750

 

Vejam uma das  melhores representações da Catedral ainda intacta em meados de 1750

Ilustração da p. 312 do livro de José Antônio Caldas "Noticia Geral de toda esta Capitania", publicado em Lisboa em 1758.

FONTE: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1425200A

 

 

Os restos da Sé

Ninguém está seguindo este artigo ainda. 15 visualizações

 

"Quando se demoliu a igreja da Sé, a pedra lavrada, a cantaria talhada, as pedras de cantaria lavrada, os florões de pedra, tudo foi colocado em um terreno de propriedade da Cúria Metropolitana, que se chamava Quinta das Beatas, foi tudo colocado ali. Um dia houve uma invasão na Quinta das Beatas, que era praticamente um terreno baldio e de marreta quebraram todas as cantarias  para fazer fundação das casas da invasão, que é hoje o consolidado bairro de Cosme de Farias. Então se alguém hoje resolver cavar uma casa em Cosme de Farias, está arriscado a encontrar uma portada de igreja, uma coisa dessas de cantaria talhada aí, na Quinta das Beatas." 

Estas são as palavras do historiador soteropolitano Prof. Cid Teixeira, encontradas em http://bit.ly/1p1Ska3.


Vejam como era ...

Antiga Catedral

Reconstituição de Vilhena

 

 

 

 

 

O português Luís dos Santos Vilhena chegou em Salvador em 1787, onde foi professor de grego até 1814. Em uma de sua obras, publicada em 1802, apresenta uma ilustração da Sé, como existia no século 18.

 

 

 

O original deste documento está na Biblioteca Nacional. Veja mais em

 

http://www.bahia-turismo.com/salvador/igrejas/fotos/se-vilhena.htm

 

 

VEJA UM POUCO

DA HISTÓRIA DE SALVADOR