Ir para o conteúdo
ou

Tecciencia

Nuvem de Marcadores

Minha rede

ENTÃO VEJA PORQUE...

É preciso preservar para continuarmos existindo, assim como todas as espécies de nosso planeta. Mas para que isso aconteça, é necessário que todo esse ecossistema colabore entre si e interaja em paz. 
O consumo desenfreado de matérias primas sem reposição, a poluição, o desmatamento, entre outros estão consumindo todos os recursos naturais do planeta e dentro de algumas décadas tais recursos não estarão mais disponíveis.
Os ambientalistas partem da teoria da evolução de Charles Darwin, que afirma que os seres humanos são animais como quaisquer outros, frutos da evolução das espécies, ou seja: todos os seres humanos vêm da natureza. E que precisamos conservá-la, para assim conservarmos a nós mesmos.

ESTE TEXTO FOI ENCONTRADO EM 

 http://www.jornaldiferente.com.br/index.php/meio-ambiente/1736-por-que-preservar-o-meio-ambiente

 

E VALE A PENA VER MAIS EM 

http://sustentabilidade.esobre.com/preservacao-ambiental

 

OS ECOSSISTEMAS

Por favor, edite este bloco e selecione uma galeria de imagens.

O QUIZ DO IBGE

Teste seus conhecimentos sobre alguns aspectos ambientais importantes para todos, vá lá no QUIZ dp IBGE, clique na imagem abaixo:

Veja também ...

Lá em 

 existe uma petição para que todos os brasileiros que concordam com ela assinem eletrônicamente pedindo sua aprovação pelo Congresso Nacional. 

Caatinga e Cerrado:
Patrimônio Nacional Já!  
Votação e Aprovação 
da 
PEC 504/10

Aprenda mais ...

Veja também

do Ministério do Meio Ambiente

 

Saiba também                                

e onde estão as

 UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NOS BIOMAS


CONHEÇA ...

Confira algumas imagens de animais da Amazônia

 

 

 

 

 

Conheça também a lista de animais que correm
risco de extinção
no Brasil

 


My network

SAIBA MAIS ...

Você sabe o que é um ECOSSISTEMA?

Então veja a definição e saiba mais sobre o ecossistema MANGUEZAL que é muito frequente no litoral brasileiro.

VEJA A ATIVIDADE ..

VEJA QUE LEGAL!

Vale a pena explorar o site desenvolvido especialmente para os jovens, clique na imagem:

Lá você encontrará informações estatísticas e geográficas sobre o país e a população, numa linguagem simples e direta.

Veja mais ...

Conheça o projeto No Clima da Caatinga, ele foi um dos setes indicados para premiação pela ONU.

 

Dia da CAATINGA

Dia 28 de abril, é o dia oficial da Caatinga e podemos comemorar avanços em sua proteção. Por sua vegetação retorcida, de baixo porte e clima seco, a Caatinga ficou por muito tempo esquecida dos esforços de conservação ambiental.

Em 2010 durante a I Conferência Internacional sobre Clima, Sustentabilidade e Desenvolvimento Sustentável em Regiões Semiáridas, ICID , o governo federal anunciou a criação de um fundo específico para iniciativas que ajudem a cuidar bem da sua biodiversidade.

 Veja mais em 
http://www.comunidadebancodoplaneta.com.br/profiles/blogs/fundo-financia-projetos-de

 

AGORA ...

Responda o questionário sobre

BIOMAS BRASILEIROS

que está lá em

ONÇA PINTADA

Tela cheia

Sobre os BIOMAS Brasileiros

9 de Março de 2014, 21:00 , por Noosfero UFBA - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Visualizado 203 vezes

O espaço geográfico brasileiro se estende por mais de 8,5 milhões de km2. O território brasileiro tem grande diversidade de clima, de paisagem, de solo, de vegetação e de fauna. Este fato se deve, em grande parte, às dimensões continentais que o país possui.

Assim, é esperado que esta grande extensão territorial seja composta por um verdadeiro quebra-cabeça de grandes conjuntos diferentes de seres vivos.

O IBGE define BIOMA como um conjunto de vida, vegetal e animal, constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação contíguos e que podem ser identificados a nível regional, com condições de geologia e clima semelhantes, e que, historicamente sofreram os mesmos processos de formação da paisagem, resultando em uma diversidade própria de flora e fauna.

Também se define bioma como um conjunto de ecossistemas que funcionam de forma estável. Um bioma é caracterizado por um tipo principal de vegetação (em um mesmo bioma podem existir diversos tipos de vegetação). Os seres vivos de um bioma vivem de forma adaptada às condições da natureza (vegetação, chuva, umidade, calor, etc) existentes. Os biomas brasileiros caracterizam-se, no geral, por uma grande diversidade de animais e vegetais (biodiversidade).

A localização geográfica de cada bioma é condicionada predominantemente pelos seguintes fatores: clima, temperatura, precipitação de chuvas e pela umidade relativa, e em menor escala pelo tipo de componentes do solo.

Normalmente estuda-se os 06 principais biomas brasileiros. Mas além destes 06 principais existem outros menores que também são muito importantes e devem ser estudados regionalmente.

Para iniciar este estudo vamos usar os vídeos produzidos pela TV Escola para 2ª Semana do Meio Ambiente da TV Escola, que tem como tema principal o Ano Internacional da Biodiversidade, que aconteceu em 2010. Assim vamos inicialmente falar sobre os mais importantes biomas brasileiros, que são:

1) Mata Atlântica - encontra-se em grande parte da região litorânea brasileira, considerada uma das áreas mais ricas em biodiversidade. Possui vegetação exuberante, típica de clima tropical úmido, cuja existência está associada à umidade e ao relevo. Como vegetação podemos citar: jatobá, jequitibá, pau-brasil, ipê. Já em relação aos animais temos como exemplos: bicho-preguiça, mico-leão-dourado, onça-pintada. A Mata Atlântica está reduzida a cerca de 7% do território brasileiro, sua área original abrangia 1 milhão de km². Essa redução deve-se ao processo de devastação e exploração intensiva. A exploração da Mata Atlântica começou com a chegada dos portugueses ao Brasil (1500), cujo objetivo principal era a extração do pau-brasil. A Mata Atlântica abriga aproximadamente 200 espécies de aves endêmicas e dessas 120 estão ameaçadas de extinção. Veja mais no vídeo da TV Escola:

 

2ª Semana do Meio Ambiente - MATA ATLÂNTICA

 

2) Cerrado - é um bioma constituído por vegetação caducifólia (estacional) predominantemente arbustiva. É o segundo maior bioma do Brasil, com predominância na Região Centro-Oeste correspondendo aproximadamente a 20% do território nacional. Estende-se por estados e outras regiões, como São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Tocantins, Maranhão, Amapá, Roraima. Durante muito tempo não foi considerada economicamente viável, devido aos solos ácidos e com poucos nutrientes.

Á área original do cerrado era de aproximadamente 2 milhões de km², mas cerca de 40% de sua área foi desmatada. A devastação do cerrado foi provocada pela ocupação humana decorrente do movimento migratório a partir da década de 1940 na região centro-oeste, com a implantação de varias rodovias e a construção de Brasília. A exemplo de vegetação do cerrado temos: o pequizeiro e o buriti, já as principais espécies de animais são galito, macaco-prego, tapiti, preá e gambá.

Veja mais no vídeo da TV Escola:

 

2ª Semana do Meio Ambiente - CERRADO

 

3) Amazônia - é o nosso maior bioma, situada no norte do Brasil, abrange uma área de 4,2 milhões de km². Sendo composta por diferentes paisagens. Sua vegetação é típica de áreas de clima equatorial (temperatura e pluviosidade elevadas). É dividida em três estratos de vegetação: Mata de Igapó, Mata de Várzea, Mata de Terra- Firme.

Amazônia está envolvida diretamente na regulação climática de todo planeta, através da retenção de carbono atmosférico ou por meio da evapotranspiração e dispersão de chuva. Os seus rios representam aproximadamente 20% das reservas de água doce do planeta. Também abrange grandes reservas minerais. A Floresta Amazônica é considerada a maior reserva de diversidade biológica do mundo, com indicações de que abrigam pelo menos metade de todas as espécies vivas do planeta.

 

2ª Semana do Meio Ambiente - AMAZÔNIA

 

 

4) Caatinga - caatinga significa em tupi-guarani, “mata branca”, cor predominante da vegetação durante o período de seca. É constituída por vegetação xerófita, adaptada ao clima semiárido. Apresenta temperaturas muito elevadas e precipitações baixas e mal distribuídas. Exemplos de vegetação típica são o mandacaru e o xique-xique.

A caatinga é encontrada em maior área na região nordeste, correspondendo a cerca de 10% do território nacional. Foi cenário de revoluções e lutas, como a revolta de canudos e o cangaço.

A caatinga sofre diversas agressões ambientais como a substituição de espécies nativas por cultivos e pastagens, queimadas e o desmatamentos, que ameaçam sua biodiversidade. Sem a preservação deste bioma, algumas regiões da caatinga podem se tornar desertos.

 

2ª Semana do Meio Ambiente - CAATINGA

 

5) Pantanal - O pantanal é considerado como uma das maiores planícies de inundação contínua do planeta, frequentemente é inundado pela bacia do Paraguai. Sendo uma área de transição que agrupa várias formações e que abriga uma fauna bastante diversificada. O pantanal é a ligação entre o cerrado (no Brasil), o Chaco (na Bolívia) e a região amazônica (ao norte). É um importante ponto de parada para as espécies migratórias, sua área corresponde a aproximadamente 150.335 km².

 

2ª Semana do Meio Ambiente - PANTANAL

 

 

6) Pampas - pampas são formações rasteiras ou herbáceas constituídas por gramíneas que atingem até 60 cm de altura. Sua origem pode estar associada a solo raso ou temperaturas baixas em regiões elevadas, a áreas sujeitas a inundação periódica ou ainda a solos arenosos. Os pampas são encontrados no Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Maranhão, mas com predominância no estado do Rio Grande do Sul, e ocupam uma área aproximada de 176.496km² no território brasileiro.

 

PAMPA - um bioma típico da América do Sul

 

 

 

Apresentamos abaixo um quadro resumo das áreas ocupadas pelos principais biomas, segundo dados do IBGE:

Quadro encontrado em http://www.florestal.gov.br/snif/recursos-florestais/os-biomas-e-suas-florestas

 

Até aqui apresentamos as características principais dos maiores biomas brasileiros, mas como foi colocado antes, existem outros biomas menores mas tão importantes quanto os demais, e que merecem ser estudados e principamente considerados no seu contexto mais próximo, como por exemplo os manguezais, os biomas costeiros, a mata de cocais ou a floresta de araucárias (ou mata dos pinhais). Ou seja, em uma localidade que possui um manguesal próximo, que todos naquela região conhecem, as escolas com certeza devem estudar mais profundamente aquele bioma.

 

Os manguezais - estão localizados em vários pontos da costa brasileira, sendo mais comum onde o mar se encontra com as águas doces dos rios. O manguesal se caracteriza por ser uma área alagada de fundo lodoso e salobro. Entre os principais animais encontrados no mangue estão caranguejos, crustáceos e moluscos. É importante não confundir mangue com manguesal. Mangue é o tipo de vegetação predominante nos manguesais.

Os biomas costeiros - como o litoral brasileiro é muito extenso, existem vários biomas nestas áreas. Na região Norte destacam-se as matas de várzea e os manguesais no litoral Amazônico. No Nordeste, há a presença de restingas, falésias e mangues. No Sudeste destacam-se a vegetação de Mata Atlântica e também os mangues, embora em pouca quantidade. Já no sul do país, temos os costões rochosos e manguezais.

As matas de cocais - estão presentes, principalmente, na região norte dos estados do Maranhão, Tocantins e Piauí. Por ser um bioma de transição, apresenta características da Floresta Amazônica, do Cerrado e da Caatinga. Possui palmeiras com folhas grandes e finas. As árvores mais comuns são: carnaúba, babaçu e buriti.

As florestas de araucárias - estão presentes no sul do Brasil, e caracterizam-se pela presença de pinheiros em grandes quantidades. Seu clima característico é o subtropical.

 

Compreende-se como biodiversidade a variabilidade de organismos vivos (insetos, animais, microrganismo, plantas e outros) presentes em uma região. Considera-se fundamental que a sociedade entenda o valor da biodiversidade, não apenas para natureza, mas também por uma questão civilizatória, pois o desequilíbrio da biodiversidade provoca danos que repercutem não só nas espécies que habitam determinado local, mas em todas as outras e no próprio ambiente, visto que afeta a rede de relações entre as espécies e o meio em que vivem.

A perda da diversidade acarreta inúmeras consequências para a humanidade, como exemplos podemos citar: mudanças climáticas, introdução de espécies exóticas, perda da beleza e da exuberância dos biomas, destruição e diminuição dos habitats naturais, queda da qualidade de vida da população, diminuição da oferta e distribuição irregular de água potável, aumento de doenças e epidemias, instabilidade social, política e econômica, entre outros. Com isso, é preciso conservar a biodiversidade do nosso planeta e refletir sobre as formas de consumo racional dos recursos naturais.

 

Assim, nota-se que "O desenvolvimento sustentável deve ser o nosso caminho para que a humanidade não seja vítima da própria capacidade de destruição do homem". A importância de estudar os Biomas Brasileiros vai além de conhecer os aspectos e características particulares de cada bioma. É também importante estimular a responsabilidade social e o “despertar” da consciência e reflexão individual sobre a preservação e conservação ambiental.

 

Agora vale a pena realizar uma pesquisa para tentar encontrar fotos de satélites que mostrem regiões específicas dos diferentes biomas. Tentar localizar estas regiões nos mapas e no Google Earth também é bastante interessante.

 

E agora teste seus conhecimentos respondendo o questionário proposto abaixo:

 

O que você sabe sobre biomas brasileiros?

 

E não esqueça, SE você TIVER DÚVIDAS poderá trocar ideias conosco, BASTA MANDAR UMA MENSAGEM LÁ EM Dúvidas

 

E você também pode FAZER SUGESTÕES clicando no botão Enviar um Comentário

 

REFERÊNCIAS:

1. MOREIRA. J. C; SENE. E de. Biomas e Formações Vegetais: Classificação e Situação Atual . In Geografia. São Paulo: Edição Scipione, 2009. p. 143 - 162.

2. Biomas do Brasil. Disponível em: <http://www.biomasdobrasil.com>. Acesso em 11/12/13.3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Disponível em: <http://www.ibge.gov.br>. Acesso em 10/12/13.

3. Ministério do Meio Ambiente (MMA). Disponível em <http://www.mma.gov.br/biomas>. Acesso em 09/12/13.