Ir para o conteúdo

O que um jovem aprendiz pode fazer em um banco?

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 40 visualizações
Licenciado sob Free Art
Students with laptop medium shot

Está na adolescência, pensando em arrumar o seu primeiro trabalho, e se perguntando o que um jovem aprendiz pode fazer em um banco? As oportunidades para um adolescente que trabalha em uma instituição bancária são bastante amplas. Quer saber mais sobre esse assunto? Então não deixe de conferir esse artigo!

Muitas mães querem que os seus filhos trabalhem em uma instituição bancária. Mas será que elas sabem o que um jovem aprendiz pode fazer em um banco? Será que a prospecção de crescimento é real? Qual é o salário de um aprendiz bancário? A resposta para essas e outras perguntas você irá conferir neste artigo!

Existe vaga para jovem aprendiz em bancos?

Sim, existe. E inclusive não são poucas. O programa jovem aprendiz é regulado pelo Governo Federal. Ou seja, quer dizer que há todo um aparato que deve ser religiosamente seguido. Segundo a legislação atual, toda empresa de médio e grande porte deve ter no mínimo 5% de aprendizes e no máximo 15%.

Só no Brasil, existem 5 grandes bancos, conhecidos como sendo a “potência bancária”. Dessa forma, é de se imaginar que tais instituições devam oferecer oportunidade de emprego para os jovens, é mentira?

Ou seja, estamos querendo dizer que tanto o Santander, Caixa Econômica, Bradesco, Banco do Brasil e Santander oferecem sim, vaga para jovem aprendiz. Quer saber o que um jovem aprendiz pode fazer em um banco? Fique de olho nos tópicos seguintes.

O que preciso para trabalhar em um banco?

Para trabalhar como jovem aprendiz em um banco, é estritamente necessário que você confirme com alguns requisitos. Ainda que seja um programa do Governo Federal, as empresas têm o direito de procurar um perfil específico, que se enquadre com a organização. Entre os requisitos, é possível citar:

  • Saber tomar decisões;
  • Ter boa coordenação;
  • Participar de curso de aprendizagem;
  • Saber controlar emoções.

É claro que as exigências não são as mesmas para todas as instituições. Para se tornar um jovem aprendiz Itaú, por exemplo, eles podem requerer outras exigências, como ser proativo e ter interesse na área.

Como trabalhar em banco sendo jovem aprendiz?

O programa jovem aprendiz possui instituições parceiras como o CIEE, NUBE, etc. Geralmente essas instituições são responsáveis por repassar as vagas disponíveis. No entanto, quando falamos de ser aprendiz bancário, o procedimento pode ser um pouco diferente.

Na grande maioria das vezes, os bancos preferem eles mesmos divulgar as vagas disponíveis para uma determinada região. Fora isso, há algumas instituições que possuem um programa próprio para recrutar os jovens.

O Banco do Brasil, por exemplo, possui dois programas de aprendizes; o Programa Aprendiz BB e o Programa Jovem Aprendiz. Ou seja, se você realmente quer trabalhar em um banco, sendo aprendiz, você deve ficar de olho no site institucional de cada banco, acessar os programas próprios de recrutamento de jovens e se atentar às vagas disponibilizadas pelas organizações parceiras.

Como você pode perceber, trata-se de um procedimento um pouquinho mais trabalhoso. No entanto, no final das contas, é bastante recompensador. Afinal, os benefícios oferecidos pelas instituições bancárias são bastante interessantes.

O que um jovem aprendiz pode fazer em um banco?

Agora que você já tem um certo conhecimento desse assunto, certamente deve estar querendo saber o que um jovem aprendiz pode fazer em um banco. Na realidade, o jovem aprendiz trabalha em agências bancárias, desenvolvendo atividades administrativas e operacionais.

Ademais, o aprendiz deve realizar cursos periódicos relacionados à área de atuação. Tudo isso é fornecido pela própria instituição. Fora isso, em relação às funções do jovem aprendiz bancário, pode-se citar:

  • Atendimento a clientes;
  • Área administrativa;
  • Atividades relacionadas à informática.

O interessante é que como a empresa fornece cursos preparatórios, o jovem possui bastante oportunidade de crescimento. Ademais, como o aprendiz participará da elaboração de projetos e de reuniões, a experiência adquirida é bastante enriquecedora.

Como é o processo seletivo para o jovem aprendiz bancário?

Não basta simplesmente ir lá, entregar o currículo e aguardar ser chamado. Como os bancos são empresas de grande porte, a procura é gigantesca. Tanto que algumas instituições optam por fazer um processo seletivo com base na realização de uma prova. Nessa prova, cai assuntos como:

  • Língua portuguesa: Gramática, ortografia, acentuação, concordância verbal e nominal, etc.;
  • Geografia: Hidrografia, relevo, clima, vegetação, globalização, cartografia, espaço geográfico;
  • História: Descobrimento do Brasil, ditadura militar, redemocratização;
  • Matemática: Operações com números inteiros e racionais, razão e proporção, porcentagem, trigonometria, geometria, etc.

Portanto, se você está realmente interessado em iniciar uma carreira como jovem aprendiz bancário, é interessante que você comece a estudar esses assuntos com antecedência. Ademais, outros conteúdos bastante pertinentes na prova é sobre matemática financeira, combinatória e probabilidade.

Contudo, é bom destacar que nem sempre se sabe quando haverá vagas para jovem aprendiz. Portanto, procure sempre ficar de olho no site da empresa em questão e vá se preparando.


0 sem comentários ainda

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

0 Comunidades

Esse perfil não é membro de nenhuma comunidade ainda.