Ir para o conteúdo

Qual é a religião do Vale do Amanhecer?

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 10 visualizações
Licenciado sob Free Art

A cultura religiosa no Brasil é muito presente em todos os estados. E, ainda que você não seja nenhum devoto, conhecimento nunca é demais. Portanto, se você quer saber qual é a religião do Vale do Amanhecer, é só continuar nesse artigo que abordaremos com mais detalhe esse assunto. Confira.

Você sabe qual é a religião do Vale do Amanhecer, ou quais são as suas crenças e objetivos? Se comparado com outras culturas, o Vale do Amanhecer é muito recente. Dessa forma, é normal possuir alguns desentendimentos. Mas, no artigo de hoje, abordaremos com detalhe esse assunto. Confira.

Quando surgiu o Vale do Amanhecer?

Como falamos no início deste artigo, essa cultura é bastante recente, em especial quando comparamos com outras religiões, por exemplo. Não é à toa que, segundo os especialistas, o Vale do Amanhecer se encaixa na categoria new age. Ou seja, religiões criadas nessa “nova era”.

O Vale do Amanhecer é uma comunidade fundada em 1969 por Neiva Chaves Zelaya. Ou seja, esse movimento possui pouco mais de 50 anos de existência, o que é considerado bastante recente. Dessa forma, muitas dúvidas pairam sobre esse assunto. E, se você quer fazer parte dessa comunidade, ou apenas tem curiosidade, é só continuar nesse artigo.

Quem foi tia Neiva e qual a sua importância para o Vale do Amanhecer?

O Vale do Amanhecer é uma comunidade religiosa. O mais interessante acerca desse movimento é que ele surgiu no Brasil, através da brasileira Neiva. Ela foi uma exímia médium clarividente, responsável por fundar essa comunidade espiritualista, cuja sede é situada em Brasília.

Nascida em 1925, Neiva era uma viúva com 4 filhos e sem recursos. Para poder se sustentar, Neiva trabalhou como costureira, agricultura e até chegou a aprender a dirigir, tornando-se a primeira motorista profissional do Brasil, trabalhando inclusive como caminhoneira. 

Devido ao seu trabalho, Neiva percorreu vários estados. No entanto, acabou fazendo morada em Goiânia. Foi lá que recebeu convite para realizar parte da construção de Brasília, o qual aceitou de prontidão. Contudo, foi apenas com 33 anos que despertou sua mediunidade.

Como tia Neiva fundou o Vale do Amanhecer?

Anos antes de ser convidada para participar da construção de Brasília, Tia Neiva começou a ter visões, as quais atribuiu a Pae Seta Branca. Hoje, entende-se ser uma reencarnação de Francisco de Assis. De acordo com Neiva, ele se apresentava como um indígena, de túnica azul-celeste, cocar de penas e uma lança branca nas mãos.

Durante essas visões, Pae Seta Branca apresentava essa nova religiosidade à Tia Neiva. E foi daí que surgiu o Vale do Amanhecer. Ou seja, segundo o que eles acreditam, é uma religião trazida pela sabedoria dos espíritos. Atualmente, essa comunidade consta com vários adeptos, influenciando até a União do Vegetal, por exemplo.

Hoje em dia, a comunidade conta com cerca de 600 templos no Brasil, Portugal, Alemanha, Japão, Bolívia, Uruguai e nos Estados Unidos. E, de acordo com estudos recentes, o movimento detém cerca de 800.000 membros. O Vale do Amanhecer tem sede em Planaltina, no Distrito Federal.

Só em Pernambuco, há mais de 50 templos. No entanto, atualmente, não é muito difícil ter acesso às suas crenças, culturas e modo de vida. Qualquer pessoa é bem-vinda à comunidade.

Qual é a religião do Vale do Amanhecer?

Uma dúvida muito comum ao se deparar com esse assunto é sobre qual é a religião do Vale do Amanhecer. Na verdade, ela já é uma espécie de “religião”, ainda que algumas pessoas a considerem como uma comunidade espiritual. Contudo, possui elementos fortes de sincretismo religioso.

Ou seja, trata-se de uma religião bastante eclética. Afinal, une práticas do cristianismo, espiritismo, hinduísmo, figuras das religiões afro-brasileiras, símbolos incas e egípcios. Ademais, os adeptos acreditam em viagens intergalácticas e em vida fora da terra, os famosos “ETs”.

É comum observar os fiéis usando roupas coloridas, mesmo em atividades cotidianas. A missão dos fiéis é trazer alívio e curar as aflições dos seguidores, através de algumas práticas e rituais. E como várias outras culturas, o intento é buscar a evolução espiritual e auxiliar outros seres nesse processo.

O que acreditam os fiéis do Vale do Amanhecer?

Por ser uma espécie de sincretismo religioso, eles acreditam em muitas coisas. Suas áreas são bem vastas. Mas, como “base” de tudo, os fiéis acreditam que extraterrestres vieram à Terra há cerca de 32 mil anos. Nesse tempo, eles criaram as civilizações humanas.

Diante disso, esses seres voltaram à Terra, através de sucessivas encarnações. Sendo assim eles passaram por várias culturas e épocas. E, atualmente, os membros do Vale, conhecidos como médiuns, acredita, que eles próprios são as mais recentes encarnações, e se designam como “Jaguares”.

A estimativa da Gerência Regional do Vale é que, em média, há cerca de 5 mil frequentadores por semana no local. Nas quartas, sábados e domingos são os dias que mais há visitantes. E isso acontece porque são os dias em que todos os trabalhos oferecidos pela doutrina são disponibilizados aos interessados.

Creditos de imagem: www.freepik.com


0 sem comentários ainda

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

0 Comunidades

Esse perfil não é membro de nenhuma comunidade ainda.