Ir para o conteúdo
ou

Tela cheia

Apresentação

26 de Julho de 2018, 7:58 , por Caio Almeida - | 1 pessoa seguindo este artigo.

Atos Comemorativos aos 50 anos do Instituto de Matemática e Estatística

Antiga Faculdade de Filosofia da Bahia no bairro NazaréA história do Instituto de Matemática e Estatística (IME) teve início na antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade Federal da Bahia (UFBA), instalada no bairro de Nazaré, onde funcionou desde 1942 o Curso de Matemática (Licenciatura e Bacharelado). Em 1958, a professora Arlete Cerqueira Lima propôs ao então Reitor Prof. Dr. Edgard Santos, a criação de um centro de estudos de matemática da Faculdade de Filosofia.

Em 1961 foi criado o Instituto de Matemática e Física que funcionou até 1968, ano em que foi desmembrado dando origem ao Instituto de Matemática (IM) e ao Instituto de Física.Instalações do Instituto de Matemática e Física no Canela

Após a criação do IM, o Curso de Matemática saiu da Faculdade de Filosofia e passou a funcionar no recém criado Instituto de Matemática. Ainda em 1968 foi criado o Curso de Bacharelado em Processamento de Dados (atual Bacharelado em Ciência da Computação), o mais antigo do Brasil. Nessa época, entre 1967 e 1968, também teve início o Curso de Mestrado em Matemática.

Sede do IM no casarão do DCE UFBAO IM funcionou no atual prédio do DCE da UFBA e na Escola Politécnica. Sua primeira sede, o prédionde funcionou o serviço médico da UFBA (hoje PAF 6), foi entregue em 1969. Em fevereiro de 1981, a atual sede do então IM foi inaugurada no Campus da Federação/Ondina e desde então passou por algumas reformas, a última em 2012. Em 1983 o Curso de Bacharelado em Estatística foi criado, um dos poucos cursos da área no estado da Bahia.

Um novo Regimento Interno do Instituto de Matemática, que passa a se chamar Instituto de Matemática e Estatística (IME), foi aprovado em 7 de julho de 2016 no Conselho Universitário da UFBA.

Desde a sua fundação o IME, por meio dos seus Departamentos, vem cumprindo a sua missão que é prover o ensino, a pesquisa, criação e inovação e a extensão no domínio da Matemática, da Estatística e da Ciência da Computação. O Instituto apoiou em 2007 o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), o que propiciou à UFBA, e em particular os seus 3 Departamentos, um vigoroso crescimento, são cerca de 20.000 matrículas anuais. O instituto apoiou a criação de novos cursos noturnos e cursos na modalidade à distância, apenas na primeira turma de Licenciatura em Matemática, na modalidade EaD, formamos 140 novos professores em diversas regiões do estado, sem dúvida um marco na nossa história.

A missão do IME vem sendo cumprida apesar das dificuldades. Temos um corpo docente que se renovou, 133 dos 134 docentes são doutores e em regime de dedicação exclusiva, e a cada dia alimenta novas ideias e projetos. Temos um corpo técnico de alta competência, 70% dos técnicos do IME possuem curso superior e 15% possuem mestrado ou estão em vias de finalização.

Nossos egressos são professores em diversas universidades brasileiras, alguns inclusive aqui no nosso IME. Outros, confirmando a qualidade das nossas graduações, estão realizando seus estudos na pós-graduação pelo mundo. Há ex-alunos do IME estudando nos Estados Unidos, em Portugal, na Espanha, na França, na UNICAMP, na USP, na UNB, só para citar alguns destinos.

No dia 03 de julho de 2018 iniciamos as comemorações aos 50 anos do Instituto de Matemática e Estatística, por termos muito a comemorar e a agradecer a todos que colaboraram para a construção deste Instituto. Escolhemos esse dia para registrar um agradecimento especial.

Nos anos 60, quando ainda eramos Instituto de Matemática e Física, Maria José “Zezé” de Oliveira, nascida no dia 03 de julho, chegou para nos ajudar a construir a nossa história. Muito antes de muitos de nós ela já estava preparando este Instituto, cuidando dele e, mais importante, cuidando de cada pessoa que a procura. Cada um dos membros da comunidade IME e muitos da UFBA tem uma história de carinho que compartilhou com o nosso anjo, dona Zezé.

A Congregação do IME decidiu denominar o seu auditório com o nome dessa servidora. Assim, realizamos a abertura dos atos comemorativos dos 50 anos do Instituto de Matemática e Estatística com a cerimônia de denominação do auditório Maria José “Zezé” de Oliveira, como uma forma de eternizar todo o seu carinho para conosco e também de expressar a nossa gratidão por tudo o que ela fez e faz por esse Instituto.


Evandro Carlos Ferreira do Santos
Diretor do IME (2015-2019)

Débora Abdalla Santos
Vice-diretora do IME (2015-2019)