Ir para o conteúdo

Denilson Marcos

Estudante
Feed RSS

Blog

Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Qual a diferença entre antivírus pago e gratuito

0 sem comentários ainda Ninguém está seguindo este artigo ainda. 84 visualizações

Muitos usuários se confundem na hora de escolher entre um antivírus pago e alguma opção gratuita, ficam na dúvida se compensa pagar por um antivírus ou se uma opção gratuita é suficiente para proteger o computador.

Nesse artigo vamos te explicar em detalhes as diferenças práticas entre escolher comprar um antivírus, ou instalar a versão gratuita do mesmo desenvolvedor.

Muita gente tem a falsa impressão que o antivírus em si, por ser pago, é melhor e mais eficiente. A verdade é que o motor (engine) de um antivírus, é o mesmo tanto na versão paga como na gratuita, naturalmente quando falamos do mesmo produto.

Principais diferenças entre antivírus pago e gratuito


Se o motor de detecção de vírus é o mesmo, qual então a diferença entre eles, porque pagar se podemos escolher a versão gratuita? A resposta está nas funções adicionais.

Se pegarmos como exemplo o Kaspersky, o melhor antivírus pago para Windows do mercado em 2019, e comparamos a versão gratuita com a versão paga, temos o seguinte cenário:

Só de olhar a imagem temos uma resposta completa, da diferença entre a versão totalmente gratuita, a versão intermediária e a mais avançada, do mesmo antivírus.

A versão gratuita (Kaspersky Free) nos oferece proteção essencial contra vírus.

A versão intermediária (Internet Security), que custa R$ 69,90 por ano, já conta com recursos de proteção avançada e controle de aplicativos, proteção de privacidade e um módulo de pagamento para aumentar a segurança de transações online.

A versão mais completa (Total Security), custo de R$ 99,90 por ano, acrescenta da versão intermediária os recursos de controle de pais, um gerenciador de senhas e uma função de proteção de arquivos.

Ficou claro? Mesmo na versão gratuita, você tem um bom nível de proteção e remoção de vírus para o seu computador, a escolha fica basicamente por conta das funções que você precisa e se está disposto a pagar algum valor.

Para navegação segura, além do uso do antivírus é muito importante que o usuário tenha boas noções de uso seguro da internet. Com uma boa prática, um antivírus simples e gratuito como Windows Defender, que já vem integrado ao Windows 10 já oferece um bom nível de proteção para computador.

Alguma dúvida na diferença entre um antivírus pago e o gratuito? Deixe nos comentários abaixo.

Escrito com a colaboração do Técnico em Informática Denilson Marcos.

Antivirus pago gratuito